E

lcio Salgado Sodré nasceu em 20 de julho de 1959 na cidade de São Paulo, onde mora até os dias de hoje. Começou a estudar com cinco anos de idade, e com quinze teve seu primeiro emprego como contínuo no Banco Mercantil de São Paulo S.A.

Prestou serviço militar no CPOR-SP (Curso Preparatório de Oficiais da Reserva) em 1978 e foi o primeiro colocado no Curso de Intendência - agraciado com a Medalha Correia Lima. Em dezembro de 1979 voltou ao Exército Brasileiro como 2°Tenente onde ficou até janeiro de 1985 chegando ao posto de 1º Tenente.

Formou-se em Prótese Buco-Maxilo-Facial pelo Instituto Metodista de Ensino Superior de São Bernardo do Campo - SP em 1984, onde também já havia cursado Psicologia de 1979 a 1981. No mesmo ano de 1979 na FEFISA em Santo André - SP, interrompeu o curso de Educação Física quando foi chamado de volta ao Exército.

Cursou a Escola de Teatro Macunaíma em 1984 mas deixou o curso, conseguindo seu registro profissional com a comprovação de trabalhos em teatro amador. Ajudaram na sua formação como ator, cursos particulares como "Noções de Mímica" com Paulo Yutaka, "Expressão Vocal" com Mylene Pacheco, "Dramatização e Improvisação" com Gianni Ratto, "Circo Escola Picadeiro", entre outros.

Sua estréia no teatro profissional foi em 1º de março de 1986 com a peça "Bailei na Curva" dirigida por Jacques Lagôa. Depois, vieram "Tistu, O Menino do Polegar Verde", "Sítio do Pica-Pau Amarelo", "Uma cama entre nós", "De Eva a Calcutá", "Peter Pan" e "Laranja Mecânica". Em 2010, voltou aos palcos para participar de duas apresentações da peça "Perfídia Quase Perfeita".

Entre 1987 e 1993, fez dezenas de trabalhos em comerciais de TV e filmes institucionais. Em 1989, participou de cinco capítulos da novela "Cortina de Vidro" do SBT.

Fez curso de locução no SENAC e conseguiu seu registro profissional como radialista locutor em 1988. Ator e locutor profissional, ingressou no mundo da dublagem no final desse mesmo ano.

Sua primeira participação em dublagem foi fazendo vozerio em "Flashman" e seu primeiro papel de destaque foi em "Sharivan", dublando o protagonista. A primeira vez que atuou como diretor de dublagem foi em "Cavaleiros do Zodíaco" na Gota Mágica. Depois disso, dirigiu em estúdios como Marshmallow, Álamo, Mastersound, Curyó, Top Noise e Voice Versa.

Atualmente trabalha como ator e diretor em dublagem, como locutor, e esporadicamente participa de comerciais de TV.

O momento mais importante de sua vida foi quando se tornou pai. Seu maior presente de Deus e seu tesouro mais valioso recebeu o nome de Carolina.